A necessidade de representatividade de Ilhéus e região na Assembleia Legislativa da Bahia

O processo eleitoral se aproxima e precisamos novamente falar sobre representatividade política. O sul da Bahia, que possui um número expressivo de eleitores, não consegue emplacar candidatos desde o pleito de 2018. Embora a região tivesse nome apto para dar continuidade ao mandato na Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA), a população acabou “perdendo” a cadeira que possuía na Casa.

O cenário precisa mudar!

A cidade de Ilhéus, por ser uma das matrizes econômicas e sociais da macrorregião, coordena essa campanha para reassumir o papel de destaque na política estadual. Dentro desta perspectiva surgem nomes importantes para ocupar uma vaga na ALBA, reforçando a necessidade de mulheres no poder.

Referenciadas por grandes líderes políticos, as candidatas, especificamente as candidatas ilheenses, levantam bandeiras de uma gestão integrada para continuar atraindo investimentos e impulsionando o desenvolvimento regional. É preciso conscientizar o máximo de pessoas no sentido de entenderem a importância de uma representante da Terra da Gabriela na política estadual novamente.

Faz-se urgente analisar os perfis dos candidatos, partindo de premissas importantes como: contribuem ou contribuíram para o desenvolvimento social, econômico e político de Ilhéus? O que representam?

Temos em Ilhéus candidatas engajadas no trabalho social, responsáveis por auxiliar o processo de recuperação econômica da cidade, gerando emprego e renda para diversas famílias. Essas candidatas são vozes que chancelam a participação política das mulheres, levando ao parlamento pautas que favorecem a atuação feminina e garantem igualdade de gênero no poder público.

A vantagem de escolhermos mulheres da região se caracteriza tão somente por conhecerem e reconhecerem as dificuldades da população local. Não podemos vacilar. A política é o mecanismo que decide a vida social da coletividade e não podemos mais ficar órfãos nesse processo.

Com a escolha de candidatas daqui, nós teremos porta-vozes preparadas para fazer a defesa das nossas causas. Não podemos eleger candidatos alheios aos nossos anseios. Ter uma bancada representativa é tão importante quanto necessário.

Professor Emenson Silva

Coordenador do Projeto Transformar

Coordenador do Projeto e Curso Gabaritando

Comments

comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.