Primeira Mão : Presidente do Sindpoc-BA considera greve da PM legítima

Em nome dos policiais civis do Estado da Bahia, o presidente do Sindpoc, Eustácio Lopes, se solidariza e firma apoio ao movimento grevista iniciado, nesta terça-feira (8), pela Associação dos Praças (Aspra), da Polícia Militar.

Para o sindicalista, essa foi a alternativa que restou aos militares para reivindicar suas demandas. Eustácio lembra que não só os PMs, mas também os policiais civis, através do Sindpoc, estão, desde o ano passado, apresentando demandas e solicitando audiências para tratar das pautas da categoria. “O Governo precisa abrir um canal de diálogo e estabelecer uma linha de negociação, pois quem sofre com o movimento grevista é a sociedade. Além disso, consideramos que a Aspra tem a legitimidade para falar em nome dos policiais militares da Bahia”, afirma o presidente do Sindpoc.

O presidente do Sindpoc lembra que as polícias civil e militar devem trabalhar em parceria com o Estado para oferecer as condições mínimas de segurança à sociedade, mas que essa sinergia tende a se esvaziar diante das tentativas do Governo de deslegitimar a representação classista dos policiais militares, assim como de se manter intransigente quanto à negociação.

Informações via : Fabio Roberto Noticias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *