PT X IONÁ EM CAMAMU

Na última sessão plenária da Câmara de Vereadores, no dia 07 de julho, o presidente do Partido dos Trabalhadores (PT) de Camamu, Pedro Tavares, anunciou o apoio à reeleição do atual prefeito do município, Irmão Enoc (PP). No entanto, a ex prefeita da cidade, Ioná Queiroz, afirma por aí que foi escolhida como pré candidata do PT local.

O fato curioso é que Ioná teve seu mandato interrompido, quando em junho de 2019 o Tribunal Superior Eleitoral (TSF) cassou seu registro, uma vez que ela nem deveria ter sido candidata, já que estava inelegível em virtude de condenação por abuso de poder econômico decorrido de outras gestões.

Na eleição complementar em 2019, o Irmão Enoc foi eleito prefeito de Camamu, inclusive com o apoio da ex gestora, vencendo o segundo colocado Luizinho Luz (DEM), com 47,28% dos votos.

Na opinião de alguns envolvidos na política do município, o PT parece estar em falha de comunicação e negociação, fazendo transparecer para a população a insatisfação dos aliados, principalmente quando Ioná que, segundo filiados do Partido dos Trabalhadores de Camamu, nunca foi tão atuante no partido, agora quer se valer da amizade com o Deputado Rosemberg Pinto, na tentativa de ser o nome escolhido pelo partido.

O questionamento que paira é: se o Partido dos Trabalhadores julgasse viável a candidatura de Ioná Queiroz, qual o motivo de não lançar seu nome? Se a então referida não tem apoio dos seus colegas do PT, como terá o acolhimento da população camamuense? E até onde o ego da ex prefeita que, será que a mesma vai tentar usar a influência com o seu deputado estadual para passar por cima do diretório?

Escrito por Souza.

Comments

comments

You Might Also Like

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *